Bragança Paulista fará remanejo de médicos para suprir demanda deixada por saída de cubanos

A Prefeitura Municipal de Bragança Paulista informou nesta quarta-feira, 21, que fará o remanejo de profissionais da área da saúde. O objetivo é suprir a demanda deixada pelo fim dos médicos cubanos da cidade após o término da parceria entre os governos de Cuba e do Brasilconforme noticiado ontem pelo Bragança News.

Para tranquilizar a população, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou o seguinte comunicado:

A saída dos profissionais de Cuba do Programa Mais Médicos do Governo Federal afetou também a rotina da Secretaria Municipal de Saúde que repentinamente perdeu cinco de suas médicas que atuavam em Bragança Paulista realizando atendimentos nas unidades Estratégia Saúde da Família do Toró, São Miguel, CDHU, Vila Davi e Hípica Jaguari.

De acordo com o Assessor de Secretaria de Saúde Marcus Leme, que responde pela Secretaria em razão das férias da Secretária Marina de Oliveira, as médicas Yessenia Bernal Rosales, Yanisleydi Collazo Bruzon, Xu Xanmey Alfonso Lorenzo, Mercedes Moreno Padron e Katiuska Fuoman Beritan, atendiam no Município de segunda a quinta-feira, receberam comunicado do Governo Cubano para que não realizem mais atendimentos, desfaçam de seus bens e que retornem para Cuba no máximo até o dia 29/11.

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira (20/11), novo Edital do Programa Mais Médicos com inscrições até o dia 25/11, para os médicos brasileiros com CRM Brasil ou com diploma revalidado no país. O início das atividades dos contratados está previsto para 03/12. Diante desta situação e enquanto não se concretizam as novas contratações pelo Programa Mais Médicos, a Secretaria de Saúde vai remanejar médicos para suprir a ausência das médicas retirantes.

Segundo Marcus Leme, é necessário neste primeiro momento, um pouco de paciência da população dos postos médicos atingidos, eis que todos foram pegos de surpresa e a reposição de médicos de imediato não é tarefa fácil diante da ausência deste tipo de profissionais disponíveis no mercado de trabalho. Ele destacou ainda que o trabalho prestado durante a permanência das médicas cubanas nos postos de atendimento no município foi muito satisfatório, sem qualquer desabono as atividades e que Bragança só tem agradecer as mesmas pelo dedicado atendimento a população. O Programa Mais Médicos em Bragança, conta ainda com mais três médicos, mas que não serão afetados por não serem cubanos.

Notícias Relacionadas

Leave a Comment